top of page
  • Foto do escritorEOL

Nota oficial sobre a Nicarágua

O informativo literário "O Leitor" associa-se à Academia Brasileira de Letras e, consequentemente, à Academia Equatoriana da Língua em repúdio veemente à ditadura exercida pelo ditador Daniel Ortega, que persegue a liberdade individual e amordaça o livre exercício da arte e da cultura.


Segue íntegra da nota da Academia Equatoriana da Língua:


A Academia Equatoriana de Línguas expressa seu repúdio à nova manifestação da barbárie que caracteriza o regime de Daniel Ortega e Rosario Murillo na Nicarágua, tendo despojado de sua nacionalidade, usurpado seus bens e submetido centenas de patriotas ao exílio ou à prisão nicaragüenses – defensores da liberdade e direitos humanos –, entre eles, intelectuais de prestígio como Sergio Ramirez Mercado e Gioconda Belli.


Pátria de Sandino, Rubén Dario, Ernesto Cardenal e Carlos Mejia Godoy é hoje estigmatizada por uma ditadura que continua persistentemente a cometer crimes contra a humanidade como os indicados, enquanto, sob uma falsa verbosidade progressista, disfarça a sua verdadeira face que, na substância e na forma, torna-se conspícua herdeira da tirania somozista.


A Academia Equatoriana da Língua convoca seus pares do mundo pan-hispânico a condenar este novo ultraje do regime de Ortega, que também eliminou da vida civil a Academia Nicaraguense de Línguas, apelo que formulamos em defesa da cultura, da liberdade, da paz e os valores da civilização.


Susana Cordeiro de Espinosa


Diretora


Francisco Proano Arandi


Secretário

10 visualizações0 comentário

댓글


bottom of page